É possível associar a cirurgia plástica com a cesariana?



Esta é uma duvida freqüente de todas as mulheres, até mesmo aquelas que não estão grávidas se interessam pelo assunto, afinal o maior medo em ter um filho é não conseguir emagrecer e desestruturar o corpo.

Vejamos então se este método de associar o necessário ao agradável é benéfico ou prejudicial.

Toda e qualquer cirurgia apresenta riscos reais, mas quando associamos a cirurgia plástica abdominal e a cesariana os riscos de infecções e trombose são consideravelmente maiores. Esses problemas podem ser causados por má circulação, formando coágulos entre as veias que podem prejudicar seriamente o paciente.

Além do mais quando se faz as duas cirurgias, a recuperação é bem mais lenta e os cuidados pós-operatórios são bem maiores, o que acaba dificultando os cuidados que os recém-nascidos precisam, tais como a amamentação, fator principal do afeto da mãe com o bebê.

Então, podemos concluir que os resultados de ambas as cirurgias são melhores de forma separada.

Sendo assim é bem melhor dar um intervalo entre uma cirurgia e outra. Uma dica é controlar o peso durante a gestação, evitando engordar mais do que 10 kg, pois o peso que se perde após o parto, não passa dos 8 Kg, pensando nisso, você terá que perder apenas dois quilos para voltar ao peso ideal.

As mulheres que engordam apenas os dez quilos indicados conseguem realizar o parto e perder o peso em excesso rapidamente, porém quando se engorda além dos dez quilos realmente é mais complicado conseguir voltar ao corpo ideal. É claro que nunca é a mesma coisa, mas estar em forma mesmo após o parto é possível.

Manter uma dieta equilibrada durante a amamentação, realizar atividades físicas assim que liberado pelo seu médico e também consumir muito liquido, além de ajudar na cicatrização também irá ajudar a eliminar a retenção de líquidos que o corpo absorve.

Entrar em forma mesmo sem cirurgia plástica após o parto depende só de você!