Dicas para um relacionamento saudável

Uma conversa franca pode ser a diferença entre um relacionamento saudável e um relacionamento complicado.



Quando começamos uma nova relação, há o encantamento com o pouco que conhecemos do outro. Isso se deve ao fato de que as relacionamento saudávelpessoas, naturalmente, procuram mostrar suas qualidades logo no início. Isso faz parte do processo de conquista.

Com o passar do tempo e o aumento da convivência, fica quase impossível mostrar apenas nosso melhor lado, já que toda pessoa possui qualidades e defeitos.
Conforme nos envolvemos mais no relacionamento, é natural que algumas falhas antes não notadas passem a nos incomodar, ameaçando a integridade desse relacionamento. Falar sobre esses pontos de incômodo com o parceiro torna-se necessário e aconselhável.

Primeira dica: Diga ao parceiro o que te incomoda nele

É importante identificar e reconhecer os pontos de discordância entre o casal. As pessoas mudam com o passar do tempo e esse fator, somado ao aumento da convivência e do tempo de relacionamento, faz com que as diferenças acabem surgindo mesmo entre casais que pareciam nascidos um para o outro.

Saber identificar no outro os pontos que nos desagradam e deixar clara para ele nossa posição com relação aos “defeitos” é muito importante para manter a confiança e a cumplicidade do casal.

Lembre-se, também, que seu parceiro não é obrigado a saber quais comportamentos dele te incomodam, de modo que cabe a você dizer a ele o que a está irritando.

Cuidado com as indiretas

Quando estamos irritados, usar de sarcasmo e até mesmo cinismo é uma reação natural. Esse tipo de atitude é resultado da omissão de seus sentimentos. Se um comportamento te incomoda e você não fala, a longo prazo seu descontentamento acabará sendo expressado através dessas reações quase involuntárias. E é daí que surgem as discussões.

Ficar dando indiretas para o parceiro não resolverá a situação e, provavelmente, acabará por estourar em uma discussão séria. Abrir o jogo, ainda que pareça rude ou cruel, é sempre a melhor decisão.

Saiba colocar sua opinião sem ser agressiva

Ao expor seu descontentamento, procure fazê-lo de modo suave e delicado, sem atacar o parceiro, para evitar uma possível discussão. Quanto mais cuidadosa você for ao expor sua opinião, maiores as chances de que o diálogo não evolua para uma briga e melhores serão os resultados.

fale e escute

Fale e saiba ouvir o que ele tem a dizer a respeito da sua reclamação, e esteja preparada para ouvir, as reclamações dele também. Aproveitem o momento para esclarecer as discordâncias e dar um novo impulso ao relacionamento. Dessa forma a conversa só tem a acrescentar ao casal.

Beba com seu parceiro

Não é de hoje que se tem conhecimento do fato de que o álcool funciona como um “lubrificante social”. Isso acontece porque, ao cair na corrente sanguínea, o álcool percorre todo o corpo humano e é absorvido pelas células.

beber com o parceiroA novidade é que o consumo de álcool em quantidades moderadas pode até afetar positivamente os relacionamentos amorosos. Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Otago, na Nova Zelândia, aponta que casais que consomem uma garrafa de vinho por semana se declaram maisfelizes que aqueles que não consomem álcool juntos.

De acordo com a pesquisa, mulheres que bebem com seus parceiros podem aumentar o nível de satisfação com a relação em até quatro vezes. Nos homens esse índice é menor mas, ainda assim, expressivo: os que bebem com as companheiras são, em geral, três vezes mais felizes na vida a dois.

Dessa forma, casais que bebem juntos, na prática, se dão mesmo melhor que casais abstêmios ou que bebem separados.
Portanto, se você e o gato estão enfrentando dificuldades na comunicação diária, experimente comprar uma garrafa de um bom vinho e convidá-lo para dividir com você algumas taças da bebida.

Além de saborearem ótimos momentos, vocês vão perceber uma melhora significativa na qualidade do relacionamento.