Como emagrecer pulando corda

Emagrecer , emagrecer, emagrecer………
sem remédios…. sem cirurgia…. não é tarefa fácil, as mulheres que o digam.
Se a idéia é diminuir alguns quilinhos, pular corda pode ser uma ótima alternativa. O exercício ajuda o sistema cardiovascular e proporciona intensa queima calórica. Depois de três meses, pode contar com o sucesso total. Quem pula corda trabalha os braços,o bumbum e as pernas.



– Tirar partido da corda seria uma maneira barata para economizar tempo enquanto você queima calorias.
– O treino pode ser feito em qualquer lugar: Se você está numa viagem de negócios, num quarto de hotel, dentro de casa devido ao mau tempo, você pode pular corda. Uma vez que o acessório ocupa pouco espaço, ele pode ser facilmente transportado na mala de ginástica ou até mesmo na bolsa.
– Cuidados deverão ser tomados para quem já tem osteoporose, se torna preocupação, mas vale dizer que o que você faz agora pode ajudar a prevenir esta condição lá na frente. Praticar os exercícios ajudaria, e muito, a fortalecer os ossos.
– Bumbum firme e tonificado, quem não quer? Correr, andar de bicicleta, pular corda exige força da perna. Pode variar, saltando para cima e para baixo, de um lado para o outro, para frente e para trás. Variando a série, você vai trabalhar diferentes músculos e também evitar o tédio.

Para começar exige alguns fatores essenciais:

querer emagrecer:

primeiro passo é de fato sentir o desejo e a necessidade de emagrecer, porque não adianta falarem sobre precisar emagrecer, tem que partir de quem de fato precisa;

reeducação alimentar:

é essencial, porque quem vive de “dieta”, fica doida para a dieta acabar e cair de boca em tudo que deixou de comer no período da “dieta”;

força de vontade:

nada é fácil nem milagroso, portanto se decidir encarar, faça com determinação.

foco:

tenha foco, e estipule um prazo para alcançar seu objetivo. Coloque uma meta e siga até o fim.

descanso:

respeite seu limite, e saiba que cada músculo tem necessidade de descanso.

persistência:

palavra chave.

corda-pulando-corda-3

Dica:

Não faça loucuras, e nem pense que fazer de tudo fará com que emagreça com saúde, é necessário respeitar seu limite.

Mas é possível, sim, perder peso de forma saudável, tendo os ingredientes acima, com empenho e persistência você conseguirá entrar na medida certa.

corda ensinando e beneficios

Para dar incentivo as pessoas a comerem menos, gastarem mais energia e não sentirem tanta culpa, daremos algumas dicas para entrar em forma com um exercício muito benéfico, fácil e divertido.

Então perguntamos: pular corda emagrece?
Sim, emagrece e muito! Prepare-se e elimine de 4 kgs em 15 dias.
O treino seca as gordurinhas, acelera a queima de calorias, modela as curvas e ainda deixa braços, barriga, pernas e bumbum bem durinhos.
Esta é uma das atividades aeróbicas mais completas e eficientes para afinar a silhueta, tonificar os músculos e combater o stresse, além do desenvolver: ritmo, agilidade, equilíbrio, coordenação motora, força muscular e a impulsão.

Dá para praticar de maneira fácil e gostosa, como uma brincadeira, além de em curto prazo esta modalidade proporcionar resultados que vão surpreender em muito pouco tempo.
Apesar de que temos que ter a consciência do fato que cada corpo, metabolismo, idade, peso corporal de cada um, interfere nos resultados, meia hora pode elimina até 400 calorias, podendo então em 30 minutos diários de movimento durante 15 dias, enxugar cerca de 4 kg, e ao longo do mês chegando a perder até 8 kg.
Isso é possível porque a queima de energia é maior ao pular corda do que caminhar, correr ou pedalar. O esforço corporal é bem maior.

É fácil pular corda, todo mundo sabe, mas o treino é mais, muito mais que isso, porque não adianta só sair pulando, existe técnica.

Meia hora de atividade equivale às calorias de um hambúrguer caprichado.

corda-com-rolamento-profissional-fio-de-aco-emagreca_MLB-F-4078869889_042013

Semanas ou meses depois de o corpo começar a se movimentar, pode ser desencadeado um “vício” em endorfina. É algo normal, que faz bem e ajuda a manter a vontade de fazer atividade e frequentar uma academia, por exemplo.

1- EXERCÍCIO DA 1ª SEMANA

Entrada:
A Entrada movimenta a corda de um lado para o outro do corpo. Comece posicionando os braços ao lado do corpo. Impulsione a corda para frente, passando-a para o outro lado do corpo, cruzando os braços.
Descruze os braços e termine com a corda aberta na frente do corpo – pronta para começar a pular.
Quando estiver craque no movimento de Entrada, combine-o com três pulos de corda. Ou seja, dê o impulso na corda, passe-a em frente ao corpo e, ao abri-la, pule três vezes com os pés unidos. Treine durante 15 minutos.

2- EXERCÍCIO DA 2ª SEMANA

Transferência de peso
Comece a pular. Depois, em um pulo, jogue o peso do corpo para o pé direito.
No outro, troque o apoio, jogando o peso do corpo sobre o pé esquerdo.
Pule dez vezes com os pés unidos e outras dez vezes transferindo o peso de um pé para o outro. Treine por três minutos. Para relaxar, faça o movimento de Entrada na corda e recomece a seqüência. Trabalhe por 15 minutos.

3- EXERCÍCIO DA 3ª SEMANA

Polichinelo
Pule uma vez com os pés unidos.
Agora, pule outra vez com os pés abertos na distância do quadril.
Combine este exercício com o movimento de Entrada: faça 10 Polichinelos, saia da corda, faça a Entrada e volte para os Polichinelos. Treine durante 20 minutos.

4- EXERCÍCIO DA 4ª SEMANA

Corda cruzada
Pule três vezes com os pés unidos.
No quarto pulo, cruze os braços à frente do corpo e pule a corda.
Intercale a seqüência do exercício com o movimento de Entrada para relaxar. Treine durante 30 minutos.