Causas do parto prematuro



São raros os casos em que se espera um parto prematuro, muitas vezes apenas em gestação de gêmeos se têm a idéia de que a os nove meses podem ser mais curtos. Quando se reconhece uma gravidez de risco também se pode estabelecer a possibilidade de um parto prematuro, no entanto são mínimos os casos, geralmente a mulher é pega de surpresa.

As mulheres esperam por motivos e fatores que poderão influenciar em um parto tardio e só conseguem encontrar estatísticas. Geralmente existem alguns fatores que realmente podem interromper o período de gestação, vejamos quais são estes:

– Doenças maternas.
– Antecedentes de partos prematuros.
– Idade da mãe menos que 18 e maior que 35.
– Síndrome de HELLP conhecida como Eclampsia.
– Infecções.
– Ruptura prematura da membrana.
– Insuficiência cervical.
– Má formação do feto.
– Estresse excessivo e descontrolado.
– Acidentes por impacto.

Essas são as principais causas de um parto prematuro, com certeza existem muitas exceções entre esses riscos prováveis tais como uma mãe que reconheça todos os pontos, mas que leve a gestação até o seu término natural. Para avaliar as preocupações o acompanhamento pré-natal é muito importante, converse com seu médico e peça orientação.

A pouco se pode contatar que uma bactéria presente na boca poderia causar a parto prematuro, por mais que pareça impossível, feridas ou doenças na boca podem se tornar motivo de grande preocupação para uma gestante. Quando se tem uma infecção na boca à mesma libera para a corrente sanguínea muitos fluidos biológicos que estimulam o parto.

As feridas podem se originar devido à febre interior, estresse excessivo, diabetes, hipertensão e também devido à pequena imunidade do organismo. Sendo assim ao passo que notar feridas ao redor dos lábios e sobre o interior na boca procure um médico de imediato, se você estiver grávida com uma maior urgência.